FBRFITNESS (1).png
animation (4).gif

TÉCNICAS DE INTENSIDADE

Atualizado: Abr 28




Apesar do nome sugestivo, jovem, as Técnicas de Intensidade nem sempre aumentam apenas a intensidade, mas a Carga de Treino de maneira geral.


Pelo amor de Deus, jovenzito do coração do tio Fábio, Carga de Treino não é o peso que você usa, Carga de Treino é Intensidade x Volume.


Pelo fato de aumentar as Cargas de Treino, as Técnicas de Intensidade devem ser usadas com cautela para evitar o Overtrainning e de maneira estratégica, dentro de uma periodização.


Como assim Fábio? Quanto maior a Carga de Treino melhor, não é?

Não, jovem!!! Nem sempre!!!


Uma Carga de Treino aumentada demanda algumas coisas de pré requisito:


- Nível de condicionamento físico capaz de assimilar aquela Carga de Treino. - Suporte nutricional adequado para suprir a demanda criada por esta Carga de Treino. - Descanso suficiente para se recuperar do estímulo gerado pela Carga de Treino. - Organismo em estado adequado para suportar a Carga de Treino.


De todos esses requisitos, o primeiro e o último são os mais complicados de você conseguir analisar de uma forma correta e eficiente.


Por que?


A primeira porque normalmente os praticantes de musculação tendem a supervalorizar suas condições físicas. Lembre-se que demora em média 7 anos de treinos consistentes para um iniciante se tornar um atleta.


A maturidade física é muito importante para o seu desenvolvimento e tem alguns aspectos que, por mais que usemos técnicas para acelerar os processos, demandam tempo físico cara ocorrerem.


A última porque normalmente as pessoas são muito ansiosas para atingirem seus objetivos. Lembre-se que você não consegue estar em "pico de performance" o tempo todo e, às vezes, você precisa fazer algumas "pausas" e/ou fases recuperativas para o seu corpo. É ai que mora o perigo.


Você elevar a Carga de Treino em um período onde você deveria manter ou diminuir, ou pelo menos, mudar o tipo de estimulo pela qual a Carga de Treino se mantém alta, pode ser contraproducente.


E quais técnicas de intensidade existem?


Putz jovem, são praticamente infinitas. Mesmo porque, se você seguir os princípios do treinamento, você mesmo pode inventar as suas próprias técnicas. Mas dentro das que já existem, as mais conhecidas são:


Drop Sets, Pelotão 21, Pirâmide Crescente, Pirâmide Decrescente, Bi-Sets, Tri-Sets, "Eu vou, você vai", Rest and Pause, Pré-Exaustão, Negativa Forçada, Repetições Parciais, Repetições Forçadas, etc, etc, etc e etc...


Você pode combinar as diferentes Técnicas de Intensidade dentro do seu treino ou até mesmo dentro do mesmo exercício!!!


Cada Técnica de Intensidade é mais ou menos interessante para determinados objetivos, cabendo julgar a quem está montando o treino, a hora mais propícia para a utilização ou não destas.


Então é isso jovem!!! A próxima vez que for montar um treino use a sua cabeça!!! Não faça as coisas porque os outros fazem. Pense e veja a lógica por trás daquilo. Sempre existe uma forma melhor de fazer as coisas. Se não fosse assim, não haveria evolução.

Você tem que aprender a hora de "atacar", a hora de "ocupar" e a hora de "recuar". Tudo é uma questão de estratégia e planejamento inteligente!!!


Agora que você possui mais esses conhecimento, use-o a seu favor!!!


Eu sou o Professor Fábio Rocamora, Personal Trainer, Coach e Bodybuilder fundador da FBR FITNESS e idealizador do PROJETO KING SIZE.


Quer saber mais?


Se cadastre no nosso site e receba todas as novidades!!! é Grátis!!!


Se inscreva na página do Facebook , no canal do Youtube , Instragram e fique sempre por dentro das novidades!!!


Confira nossos curso do PROJETO KING SIZE, se cadastrando você tem acesso a materiais GRATUITOS EXCLUSIVOS!!!


Grande abraço e sucesso!!!

0 visualização
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram

© 2020 por FBR FITNESS.